as mães são como as cartas de amor?

Será que todas as mães são como as cartas de amor? E às vezes a gente faz coisas estranhas em nome da maternidade -e das neuras maternas.  Daí que ontem, uns 30 graus aqui em SP, mãe não tem coragem de tirar as meias e a calça do Enzo, porque acha que, sei lá, está rolando um ventinho.

O menino suando em bicas. Ela olha para ele, ensaia tirar umas pecinhas, mas vem uma brisa “mais forte” da janela, e a mãe desiste. Afinal, precisa proteger o guri do frio, da chuva, do mau tempo, né?

Daí que chega o marido.

-Mamãe não tirou nem sua meia, filho? Mamãe fica aí com medo de quê? De um ataque de aranhas gigantes da Sibéria? De um tufão tropical vindo de marte, é isso?

Clic, fichas caem!

*************************************************************

Mãe está descascando e limpando os alimentos para preparar a papinha do filho. Lavou a cenoura  e a beterraba com água e sabão (sim, sim, sabão). Depois, colocou em solução de água com aqueles hipocloretos de sódio próprios para desinfecção de hortifrutis. Mas vai, claro, descascar tudo. E aí a mãe repete o procedimento para TODAS  as frutas que serão oferecidas ao pequeno, mesmo sabendo que elas serão amassadinhas SEM casca, claro.

Daí que chega a mãe da mãe.

-Mas se você não vai dar a casca (ainda bem!), por que está desinfetando? E você não ia cozinhar a cenoura e a beterraba? Então? Isso é para desinfetar alimentos que serão consumidos crus e/ou com cascas. Para os outros, não precisa, né?

Clic, fichas caem!

***************************************************************

Mãe é meio alérgica. Foi mexer num cantinho empoeirado para pegar o brinquedo da Joh, a primogênita felina, e começou a espirrar loucamente. Em instantes, nariz entupiu, cabeça doeu, esses sintomas normais de alergia. Mas a mãe começou a achar que, sei lá, poderia ser uma gripe. E começou a usar máscara cirúrgica para tratar do bebê, que olhou tudo aquilo meio ressabiado. E mãe passou dois dias de máscara, inclusive nas madrugadas, visto que ela e o pai estão dormindo no quarto do bebê.

Se já falasse, o bebê diria:

-Mãe, deixa de ser boba. Até o brinquedinho da Joh sabe que isso não é gripe! Tira essa máscara esquisita que eu quero morder seu nariz!

Clic, fichas cairiam!

*****************************************************************

Agora pergunta:

1-) Mãe tirou meias e calça do Enzo depois das fichas caindo?

2-) Mãe deixou de lavar frutas, legumes e verduras com sabão? Deixou de colocá-los de molho no hipocloreto sei-lá-de-quê, mesmo se forem ser consumidos cozidos e sem casca?

3-) Mãe deixou de usar máscara a cada espirrinho suspeito?

NÃO, minhazamiga. Que nada! Ok, hoje mãe aliviou na roupa do Enzo, mas, em compensação, mal abriu as janelas da casa.

Em nossa (minha?) defesa, digo que os exageros maternos devem ser causados por algum tipo de vírus, que a gente pega na sala de parto da maternidade, dando à luz. Só pode. E a gente nem consegue evitar. A gente sabe que é meio ridículo, mas é um ridículo inevitável e, sei lá, poético. Temos licença poética para pagar mico, né não? Será que todas as mães são mesmo como as cartas de amor?

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “as mães são como as cartas de amor?

  1. Obrigado por ter ido la no meu cantinho =D rs…
    E verdade mae morre de medo de tudo neah msm…ks antes eu amava velocidade e tudo meu namorado fazia nem me metia impressao nem importava desde que fiquei gravida ando sempre a ralhar com o moço ehhehehe

  2. Nat

    ahaha. verdade. mãe é tudo doida! ainda bem! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s