Arquivo da tag: helen keller

as mulheres que existem são melhores

Visitando, hoje cedo, o blog da Flavia Fiorillo –o Mamãe sabe tudo–, descobri essa história incrível aqui.

Daí que a filha de uma fotógrafa fez cinco anos. Daí que a mãe resolveu botar a cabeça para pensar em como poderia homenagear a filha aniversariante. Daí que ela se deparou com uma infinidade de meninas vestidas de barbie ou de princesas disney. Daí que ela resolveu ir pelo caminho inverso.

Escolheu cinco mulheres reais e admiráveis e fotografou a pequena caracterizada de cada uma delas. O resultado: sensacional, lindo e delicado, que você pode conferir aqui. As entrelinhas, nem tão entrelinhas assim: “deixe de lado as barbies e as princesas disney só por um momento e vamos mostrar às nossas garotas mulheres reais que elas podem ser”.

E quer saber? As mulheres reais, que todas as nossas garotas podem ser, são bem (mas bem mesmo) mais interessantes que qualquer princesa disney. Isso fica bem evidente dando só uma olhadinha nas mulheres que Jamie C. Moore, a fotógrafa-mãe, escolheu para a homenagem da filha Emma:

Susan Anthony, feminista que conquistou o direito de voto às americanas

(*)

(*)

Coco Chanel, estilista, empresária, inventou o tailler e a calça feminina

(*)

(*)

Amelia Earhart, aviadora e primeira mulher a atravessar o Atlântico num voo solo

(*)

(*)

Helen Keller, romancista, pensadora e ativista; cega e surda desde criança

(*)

(*)

Jane Goodall, primatóloga e antropóloga britânica que estuda a vida dos chimpanzés na Tanzânia há 40 anos; foi o primeiro pesquisador a descobrir que esses animais fabricam e usam ferramentas rudimentares

(*)

(*)

Não acho que todas as escolhidas são os melhores modelos femininos ever (eu tiraria algumas, botaria outras), mas tenho certeza de que qualquer uma delas é um exemplo mais saudável para meninas e para meninos do que a princesa Aurora, a “bela adormecida”.

Oferecer esses modelos à filha pequena e, mais que isso, estimulá-la se enxergar na figura dessas mulheres admiráveis é, desculpe o clichê, o melhor presente que a menina poderia ter recebido da mãe. A ação da fotógrafa é também uma proposta de reflexão dupla para nós, mães e pais:

1) temos de nos perguntar constantemente quais são os modelos de mulheres e homens que queremos mostrar a nossos filhos.

2) é possível “pensar fora da caixa” e, mesmo em meio à superexposição de princesas e afins, transmitir outros valores aos pequenos.

O post da Flavia Fiorillo e o trabalho da Jamie C. Moore estão aí pra dar o chacoalhão inicial.

(*) As fotos são daqui, daqui, daqui, dali e dali, respectivamente.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Maternidade, reflexões